27
02

AL deixou de receber R$ 128,2 milhões em duodécimo em três anos

Publicação feita pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso no Diário Oficial Eletrônico desta quarta-feira (27) revela que o Poder deixou de receber da gestão Pedro Taques (PSDB) o montante de R$ 128. 261.613,00 referentes aos duodécimos dos anos de 2016, 2017 e 2018.

 

Deste montante, R$ 51.161.618,00 são referentes a repasses constitucionais que deveriam ter ocorrido no ano de 2016, mas que não foram consolidados. Já com relação a 2017 a dívida do Executivo com o Legislativo é de R$ 29.641.249,96. Em 2018 o acumulado chegou a R$ 47.458.683,24.

 

O não repasse integral do duodécimo aos Poderes, na gestão Pedro Taques (PSDB), começou em função da dificuldade financeira pela qual o estado passava e ainda passa.

 

No entanto, os parlamentares pressionaram o presidente da Casa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), a cobrar o então governador, solicitando inclusive que a Assembleia Legislativa recorresse ao Judiciário para receber os valores pendentes. Botelho não cedeu a pressão por entender que o Judiciário não responderia da maneira que os parlamentares esperavam, em função de já haver decisões contrárias neste sentido em outros estados brasileiros.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade