10
06

Mandela: Líder segue internado em estado grave, mas estável

mandela-textoSÃO PAULO, SP, (Folhapress) – O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, 94, continua internado em estado grave, mas estável em um hospital de Pretória. Segundo a Presidência, o estado de saúde dele continua inalterado desde sábado, quando foi internado.

 

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, o presidente Jacob Zuma voltou a pedir à população do país que continue a rezar pelo líder negro, que foi internado pela quarta vez desde dezembro. Em três ocasiões, ele voltou ao hospital por causa de uma infecção pulmonar. 

 

A doença é uma consequência da tuberculose que teve na prisão de Robben Island, perto da Cidade do Cabo, durante o regime do apartheid. Em dezembro, Mandela também passou por uma cirurgia para remover cálculos na vesícula biliar.

 

Ontem o ex-presidente recebeu a visita de familiares. O estado de saúde do ex-chefe de Estado causa preocupação na África do Sul, em especial porque o governo usou a palavra “sério” para se referir à situação do líder negro.

 

Há uma crescente percepção entre os 53 milhões de sul-africanos que um dia terão de dizer adeus a “Madiba”, o nome do clã pelo qual Mandela é carinhosamente conhecido. No domingo, o jornal “Sunday Times” adotou um tom filosófico, com a manchete de primeira página: “É hora de deixá-lo ir.”

 

“A família deve liberá-lo para que Deus possa ter o seu próprio caminho. Eles devem liberá-lo espiritualmente e colocar sua fé nas mãos de Deus”, disse ao jornal o amigo de longa data de Mandela na luta contra o apartheid Andrew Mlangeni.

 

Líder negro

Principal figura da luta contra a discriminação racial, ele foi solto em 1990 e em 1993 recebeu, ao lado do último presidente do regime do apartheid, Frederik de Klerk, o Prêmio Nobel da Paz por seu papel nas negociações para instaurar uma democracia multirracial na África do Sul.

 

Um ano depois, foi eleito para um mandato de cinco anos como presidente da África do Sul, sendo o primeiro mandatário negro.
Desde 2010, quando foi visto durante a última Copa do Mundo de futebol, está afastado da vida pública por problemas de saúde e é atendido por uma equipe médica em suas casas de Johannesburgo e Qunu, sua cidade natal.

Em abril, a Presidência sul-africana divulgou fotos em que mostravam Mandela bastante frágil por causa da doença.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade