06
12

O Rei Leão entra em cartaz no Teatro Zulmira Canavarros

Nesta quarta e quinta-feiras (6 e 7) a população cuiabana têm a oportunidade de conferir o espetáculo O Rei Leão, uma adaptação realizada pelo grupo On Broadway de teatro musical com o Espaço Roda – Arte e Expressão. As apresentações serão realizadas às 20 horas, no Teatro Zulmira Canavarros. A entrada inteira é R$ 60 e a meia R$ 30.

 

A peça teve roteiro adaptado pelo diretor teatral Rafael Cerigato e revisado pelo dramaturgo Airton Lacerda. O espetáculo é uma animação sucesso de bilheteria desde 1994. Chegou ao teatro de Nova York em 1997 e está em cartaz até hoje com montagens pelo mundo todo. A versão brasileira já foi vista por mais de 800 mil pessoas em São Paulo e agora é chegada a vez de Cuiabá sediar a atração.

 

No palco do Teatro Zulmira Canavarros, 22 atores prometem mexer com o imaginário do público através da representação, da dança e do canto, e tudo ao vivo. Não há dúvida de que a plateia irá soltar a voz junto com o elenco ao ouvir músicas aclamadas como “Nesta noite o amor chegou” e “Hakuna Matata”.

 

Sob a direção de Rafael Cerigato e produção de Robson Oliveira, o espetáculo conta também com a direção musical de Sérgio Lacerda e preparação vocal de Lígia Alves. A montagem deve superar a realizada em 2012, também por Cerigato, como resultado do curso de teatro musical “On Broadway” e que deu origem ao grupo teatral de mesmo nome. Naquele ano, mais de 2 mil espectadores lotaram o Cine Teatro Cuiabá.

 

“Estamos na reta final e temos certeza que o público nos dará, mais uma vez, o aval de que necessitamos, ou seja, o reconhecimento sobre a qualidade deste espetáculo”, afirma Cerigato. “A cenografia, iluminação e todos os demais itens que compõem um espetáculo desta natureza serão um espetáculo à parte” afirma Oliveira, que também é cenógrafo da peça.

 

Foram cinco meses de preparação do elenco.

 

A história

 

O Rei Leão conta a história de um pequeno leão chamado Simba, filho do rei Mufasa. Ele se envolve nas artimanhas do invejoso tio Scar e é injustamente acusado pela morte do próprio pai. Para salvar sua vida, Simba se exila das Terras do Reino e encontra abrigo junto ao suricato Timão e ao javali Pumba, que lhe ensinam a filosofia do “Hakuna Matata” (sem preocupações).

Anos depois, ao ser descoberto por Nala, sua amiga de infância, Simba tem que decidir se deve assumir suas responsabilidades como o legítimo rei ou seguir com seu estilo de vida sossegado.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade