22
04

Ministério da Saúde garante R$ 48,9 milhões para Novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá

Durante a inauguração da segunda etapa do Hospital Municipal Leony Palma de Carvalho (novo Pronto Socorro de Cuiabá), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou a liberação de R$ 48,9 milhões para a unidade de saúde, o que dá tranquilidade quanto ao custeio do serviço prestado. O repasse se dá por meio do Teto de Média e Alta Complexidade de Mato Grosso e da capital. Em 2018, o novo Pronto Socorro recebeu do Ministério R$ 69,9 milhões para aquisição de equipamentos.

 

Os recursos do Teto são utilizados para financiar procedimentos e como incentivo permanente para custeio das ações de alta e média complexidade, como consultas, exames, diagnósticos, tratamentos clínicos e cirúrgicos, reabilitações, acompanhamento pré e pós operatório, entre outros. Somente em 2018, Cuiabá recebeu do Ministério da Saúde R$ 170, 6 milhões referente ao Teto. Já Mato Grosso teve acesso a FR$ 458,9 milhões.

 

Nesta segunda fase, 90 leitos de enfermaria foram entregues à população, sendo 30 leitos femininos e 60 masculinos. Deste total, três leitos são de estabilização. Além disso, a etapa contará com farmácias satélites, laboratório e refeitório.

 

A exemplo da primeira, onde está funcionando a parte ambulatorial do HMC, os pacientes atendidos serão eletivos. Ou seja, a unidade não fará nesta etapa o atendimento chamado ‘Portas Abertas’ e só receberá pacientes exclusivamente encaminhados pela Central de Regulação de Cuiabá.

O Hospital Municipal é considerado de grande porte. Possui 315 leitos, sendo 265 do SUS. O perfil da unidade é de atendimento geral de urgência e emergência.

 

A terceira e última etapa da inauguração do novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá está prevista para ocorrer em maio. Nesta etapa será entregue à sociedade o setor de urgência e emergência.

 

Corredores limpos

 

Com a liberação dos 90 novos leitos, a Prefeitura de Cuiabá conseguiu retirar todos os pacientes que estavam acomodados nos corredores do Hospital e Pronto Socorro. Além dos novos leitos, o que também garantiu a acomodação adequada dos pacientes foi a reforma do 4º andar da unidade hospitalar.

“Esse início de virada de página na Saúde de Cuiabá, que é premissa do prefeito Emanuel Pinheiro, foi proporcionado pela reforma de 15 leitos do atual PS, que foram entregues climatizados e totalmente equipados com novas mobílias. E também por conta dos 90 leitos de retaguarda no HMC. Com os novos leitos, equipes da Secretaria de Saúde atuaram em regime de força-tarefa e, neste sábado e domingo, zeraram os corredores do PS – transferindo estes pacientes para os dois novos espaços”, explicou o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Possas.

 

Nova formatação

 

Com mais de 30 anos sem reforma, o atual PS deverá receber uma nova formatação tão logo a terceira e última etapa do HMC seja entregue à população. O projeto da gestão Emanuel Pinheiro, é submeter à unidade, que atualmente recebe mais de 60% de pacientes de outros municípios do Estado, a uma grande reforma estrutural e, após isso, transformá-la em Hospital da Família (H-FAM). Na nova formatação, o gestor espera atender um número maior de cuiabanos ofertando as especialidades Materno Infantil, unidade referencial para idosos, Saúde Mental e ainda leitos para pequenas cirurgias e retaguarda para o HMC e para o Hospital Municipal São Benedito. (Com assessoria)

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade