24
07

Corpo de Dominguinhos é velado na Assembleia Legislativa de SP

5db0831aa80ae7654b614bb2a0d2351b
SÃO PAULO, SP, (Folhapress) – O corpo do cantor, compositor e sanfoneiro Dominguinhos, que morreu na noite de ontem, será velado até as 16h de hoje na Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera, zona sul de São Paulo, e depois será levado a Pernambuco. A informação é de Guadalupe Mendonça, viúva do cantor.

Segundo Guadalupe, outro velório será realizado na Assembleia Legislativa de Pernambuco para que os fãs pernambucanos também possam se despedir do cantor. O enterro deve ocorrer na sexta-feira, mas ainda não há informações sobre o local. 

Dominguinhos morreu ontem, às 18h, em decorrência de complicações infecciosas e cardíacas, aos 72 anos, em São Paulo. O músico estava internado desde 13 de janeiro no Hospital Sírio Libanês, após ser transferido do Recife.

Dominguinhos lutava contra um câncer no pulmão havia seis anos.

Foi internado em 17 de dezembro no Hospital Santa Joana, na capital pernambucana, com um quadro de arritmia cardíaca e infecção respiratória. Em janeiro, foi transferido para São Paulo a pedido da família, após sofrer uma parada cardíaca no hospital.

Durante a internação no Recife, ele chegou a colocar um marca-passo para controlar a arritmia, mas precisou o tempo todo de usar aparelhos para respirar.
Em São Paulo, seu quadro clínico melhorou e chegou a deixar a UTI (unidade de terapia intensiva) do Sírio-Libanês por duas vezes, a última delas em 14 de julho.

Na segunda-feira, porém, retornou à UTI por causa de infecções.

Em março, os filhos de Dominguinhos divergiam sobre seu estado de saúde. Enquanto o mais velho, Mauro Moraes, afirmava que o sanfoneiro estava em coma irreversível, outra filha, a também cantora Liv Moraes, dizia que o pai ainda tinha momentos de consciência.

Os dois brigam na Justiça pelo controle dos bens de Dominguinhos.

 

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade