23
07

Médios produtores rurais contratam R$ 11,36 bi na safra 2012/13

Por Luciene Cruz

Agência Brasil

Brasília – Os financiamentos para médios produtores somaram R$ 11,36 bilhões durante a safra 2012/13, segundo dados divulgados hoje (23) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os números constam no Plano Agrícola e Pecuário (PAP) do período. Os recursos fazem parte dos contratos feitos pelo Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp).

Dessa forma, os produtores rurais adquiriram 59,2% dos recursos previstos pelo PAP 2012/2013. Os empréstimos destinados a custeio e comercialização ampliaram 66,2%, somando R$ 5,02 bilhões, enquanto os de investimento apresentaram alta de 32,1%, totalizando R$ 3,01 bilhões.

Os limites de financiamento de custeio por produtor passaram de R$ 500 mil para R$ 600 mil, um aumento de 20% em relação à safra anterior, e referente aos de investimento, de R$ 300 mil para R$ 350 mil. Por meio de nota, o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller, destacou que o incentivo financeiro consolida a capacidade de produção do médio produtor.

“Essas ações contribuem de forma relevante para consolidar e expandir a capacidade produtiva e a competitividade da agropecuária brasileira, mantendo a posição do país no mercado agrícola internacional. O objetivo é promover o desenvolvimento das atividades rurais dos médios produtores e proporcionar o aumento da renda e da geração de empregos no campo”, disse.

Para a safra 2013/14, o secretário ressaltou a expansão de 18,4% de recursos disponibilizados. Os médios produtores poderão contratar até R$ 13,2 bilhões em financiamentos.“Com melhores juros para a safra atual, 4,5%, o médio produtor terá melhoria nas condições de acesso, que passa a desfrutar de menor taxa de juros e maior limite de financiamento”, comentou.

A avaliação atualizada mensalmente das contratações do crédito agrícola é realizada pelo Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola (SPA/Mapa).

 

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade