26
03

Bank of America recusa acordo e MT terá que desembolsar R$ 146 milhões

O Governo de Mato Grosso terá que desembolsar para o pagamentos ao Bank of America de mais uma parcela da dívida dolarizada. O montante que sairá dos cofres estaduais será de R$ 146 milhões. O Executivo buscava honrar com a parcela somente em setembro deste ano, no intuito de dar um “respiro” ao caixa estadual, mas a proposta foi recusada pelo banco nesta segunda-feira (25), conforme informou o secretário de estado de Fazenda, Rogério Gallo, ao site Midia News.

 

A dívida dolarizada foi contraída pelo governo de Silval Barbosa e começou a ser paga no governo de Pedro Taques (PSDB). Agora, o governador Mauro Mendes (DEM) negocia um acordo com o Banco Mundial no intuito transferir a dívida a juros mais baixos garantindo fluidez para que o estado tenha condições de reencontrar o equilíbrio financeiro. A operação depende de aval da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

Gallo lamentou a negativa do Bank of America e disse que certamente este será o pior mês do ano para o Executivo Estadual. O dinheiro que será dispensado para pagar a parcela poderia ser usado na saúde, educação, segurança e ainda na quitação de parte da folha salarial. No entanto, caso o Estado deixe de honrar com a parcela, as consequências podem ser ainda mais graves, como bloqueio do Fundo de Participação dos Estados e também o impedimento por um ano de pegar empréstimos com o aval da União.

 

A parcela deveria ter sido paga em 11 de março. No entanto, cláusula contratual permite que Mato Grosso postergue em até um mês o pagamento por três vezes. O secretário lançou mão desse artifício na esperança de conseguir um acordo com o Bank of America, o que não se consolidou.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade