Arquivo do Autor Redação
26
02

Jornalista do ‘Estado’ é alvo de ataques nas redes sociais

Por Estadão

Divulgação

A jornalista Vera Magalhães, colunista do Estado, é alvo de ataques nas redes sociais desde que revelou, nesta terça-feira, 25, que o presidente Jair Bolsonaro usou seu celular pessoal para compartilhar um vídeo que convoca a população para manifestações contra o Congresso Nacional.

Uma conta falsa em nome da jornalista foi criada no WhatsApp e mensagens fraudadas foram distribuídas em outras redes sociais. Além disso, houve compartilhamento de uma cobrança de 2015 do colégio onde estudam os filhos de Vera, expondo, dessa forma, a família da jornalista.

(mais…)

26
02

Brasil cobra que OMS classifique novo coronavírus como ‘pandemia’

Por Estadão

Foto: DENIS BALIBOUSE / REUTERS

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), cobrou nesta quarta-feira, 26, que o avanço do novo coronavírus (Covid-2019) seja considerado uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta medida seria um reconhecimento de que a doença infecta, simultaneamente, pessoas ao redor do mundo, ou seja, não está restrita a uma região, e permitiria ampliar a lista de alerta de países para a doença.

Hoje, a OMS considera a doença uma emergência global, colocando em alerta apenas países em que há transmissão interna “consistente” da doença, com mais de 5 infecções dentro do mesmo território. Ou seja, que não foram “importadas” de outras nações. (mais…)
25
02

Pochete, doleira e celular amarrado: táticas para evitar furtos durante folia

Por Estadão

Foto: EDSON LOPES JR/SECOM)

Com relatos de furtos, brigas e arrastões durante o carnaval, os foliões têm adotado medidas para evitar prejuízos e curtir os blocos de rua em São Paulo. A estratégia mais comum é utilizar pochete, como fez a recepcionista Victória Ramos, de 23 anos, que guardava os próprios pertences e de amigos no acessório, em um modelo prateado.

“Não deixo na cintura, tem que ficar em cima (como se fosse uma bolsa transversal), bem na frente, que é mais seguro”, disse ela que acompanhava um bloco no centro na segunda, 24.

(mais…)

25
02

Parlamentares levam ideologia para os blocos de carnaval

Por Estadão

Reprodução Instagram

Com o Congresso em recesso até quinta-feira, parlamentares aproveitaram a folga para aparecer em suas bases e reforçar posições ideológicas. “Sambando na cara do machismo”, escreveu a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) em uma das suas muitas postagens nas redes sociais.

A parlamentar postou fotos circulando pelos blocos da capital paulista distribuindo aos foliões adesivos com mensagens de combate ao assédio sexual contra mulheres.

(mais…)

25
02

Mato Grosso teve 713 casos de hepatites virais em 2019; SES alerta para prevenção e tratamento

Da Redação

Secretaria de Saúde – Christiano Antonucci

Dentre as abordagens da campanha do Governo do Estado voltada para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, está um alerta para casos relacionados às hepatites virais. A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio do setor de Vigilância em Saúde, registrou 15 casos de hepatite A, 499 casos de hepatite B e 199 casos de hepatite C em Mato Grosso, apenas no ano de 2019.

 

A hepatite é a inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Os sintomas mais comuns das hepatites A e B são: dor ou desconforto abdominal; dor muscular; fadiga; náusea e vômitos; perda de apetite; febre; urina escura e o amarelamento da pele e olhos.

(mais…)

24
02

Detran orienta foliões e condutores com dicas de segurança para o Carnaval

Da Redação

Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

É sabido que no período de Carnaval, o número de pessoas que pegam a estrada para aproveitar o feriado prolongado aumenta consideravelmente. Por isso, é importante que motoristas e passageiros fiquem atentos quanto às orientações básicas para manter a segurança no trânsito.

 

Segundo a agente do Serviço de Trânsito, Kelli Lopes, a combinação do consumo de álcool e direção, excesso de velocidade e a condução de veículos por pessoas que não possuam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) são as infrações mais recorrentes durante esse período.

(mais…)

23
02

Bolsonaro ainda não respondeu carta dos governadores, diz Doria

Por Estadão

ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou que o presidente Jair Bolsonaro ainda não respondeu a carta enviada por 20 governadores brasileiros após o presidente acusar o governador da Bahia, Rui Costa (PT), pela morte do miliciano Adriano da Nóbrega. O governador almoçou neste domingo (23) com o governador do Rio, Wilson Witzel, acompanhado dos ex-assessores da campanha de Bolsonaro, Paulo Marinho e Gustavo Bebiano.

Além do almoço com Witzel, onde tratou de outras questões como pacto federativo, turismo e segurança, o governador de São Paulo vai participar de mais dois eventos no Rio: o campeonato de tênis Rio Open e o desfile das escolas de samba do Grupo Especial na noite deste domingo.
(mais…)

22
02

Bolsonaro afirma que ‘implodiu’ Inmetro por ‘excesso de zelo’ em regra para táxis

Por Estadão

Foto: Marcela Pierotti/G1

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado, 22, que demitiu a diretoria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) por causa de uma nova exigência feita pelo órgão a taxistas para troca dos taxímetros. Após o conflito, a presidente do Inmetro, Angela Flores, já havia sido exonerada nesta semana.

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora”, disse, lembrando do caso dos taxímetros e da exigência de mudanças de tacógrafos por um modelo digital. “Não temos de atrapalhar a vida dos outros. É facilitar a vida de quem produz. Os novos taxímetros, faça diferente. Os novos tacógrafos, tudo bem. Agora tirar do pessoal, mandar trocar, não. Vai ter de implodir, cortar a cabeça de todo mundo”, afirmou o presidente, que passa o feriado do carnaval no Guarujá, litoral sul de São Paulo.

(mais…)

21
02

Sefaz notifica 2 mil estabelecimentos por não emitir nota fiscal com o CPF

Da Redação

Foto por: Flávio Costa/Sefaz-MT

Mais de 2 mil estabelecimentos comerciais foram notificados, nos últimos seis meses, pela Secretaria de Fazenda (Sefaz) por não emitir nota fiscal, se recusar a incluir o CPF do consumidor ou por deixar de registrar o documento fiscal no sistema da Secretaria. A ação foi realizada com base nas denúncias dos consumidores, feitas por meio do site ou aplicativo do Programa Nota MT.

 

A medida tem como objetivo orientar as empresas para que cumpram como determinado na legislação tributária, uma vez que o estabelecimento é obrigado a emitir nota fiscal, inclusive com o CPF quando for solicitado. Além disso, visa garantir o direito do consumidor que pede a inclusão do CPF nas notas fiscais, para participar dos sorteios do Nota MT.

 

De acordo com a Coordenadoria de Controle e Monitoramento de Médios e Grandes Contribuintes (CMGC), 79% das denúncias foram tratadas e as empresas não tiveram reincidência. As reclamações que, mesmo após notificação, continuaram reincidentes foram encaminhadas para a unidade de fiscalização para que sejam alvos de futuras operações fiscais

 

No total, desde que o Programa foi lançado, foram registradas 4.558 reclamações de empresas instaladas em Mato Grosso. Dessas, 3.196 foram consideradas válidas, por conterem informações completas, e informaram que 1.810 estabelecimentos não emitiram a nota fiscal e 1.238 não registraram o documento. Outras 137 empresas não incluíram o CPF do consumidor e 11 informaram na nota fiscal um valor divergente do total da compra.

 

Os consumidores inscritos no Nota MT podem reclamar diretamente no site ou aplicativo do Programa. A Sefaz ressalta que apenas as nota fiscais com o CPF e que são transmitidas para o sistema da Secretaria geram bilhetes para os sorteios. Por isso é importante que o consumidor fique atento ao registro de suas notas e faça reclamações caso isso não ocorra.

 

Máquina Fantasma

 

No mês de dezembro de 2019, a Sefaz deflagrou uma operação de impacto, denominada Máquina Fantasma. As 266 empresas vistoriadas estavam entre as denunciadas pelos consumidores, por meio do Programa Nota MT.

 

A operação foi realizada nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres e Barra do Garças, com o objetivo de identificar nos estabelecimentos equipamentos de recebimentos por meio de cartões de débito/crédito irregulares, bem como a falta de emissão notas fiscais aos consumidores. As empresas alvos eram do comércio varejista, todas ativas no cadastro de contribuintes do estado. Foram fiscalizados postos de combustíveis, bares, restaurantes e farmácias.

 

Após a fiscalização, realizada pela Superintendência de Fiscalização (Sufis), 14 empresas tiveram suas inscrições suspensas por irregularidades fiscais. Como resultado da operação de impacto, foi observado uma redução expressiva das denúncias sobre as empresas fiscalizadas.

 

De acordo a Sufis, as denúncias dos consumidores participantes do Programa Nota MT são acompanhadas rotineiramente. Dessa forma, outras operações serão realizadas no decorrer de 2020 direcionadas às empresas com denúncias reiteradas de uso irregular de equipamentos de recebimentos por meio de cartões de débito/crédito e pela não emissão de notas fiscais.

 

Portanto, a Sefaz recomenda que os consumidores continuem registrando no site ou aplicativo do Nota MT suas reclamações, quando tiverem o seu direito de incluir o CPF na nota fiscal ou de obter o documento fiscal negado pelas empresas. Assim, eles garantem não só a participação nos sorteios do Programa, mas exercem também a sua cidadania fiscal.

 

Fonte: Governo de Mato Grosso – http://www.mt.gov.br/

21
02

Operação Carnaval contará com reforço de mais de 6 mil servidores em Mato Grosso

Da Redação

Foto por: Christiano Antonucci/Secom-MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) lançou nesta sexta-feira (21.02) a Operação Carnaval 2020, que inicia hoje e se estende até a quarta-feira de Cinzas (26.02). A operação vai monitorar 29 pontos de festividade, em 23 municípios mato-grossenses e, para isso, a Sesp-MT reforçará o efetivo, chegando a 6.293 servidores (entre militares e civis) e 897 viaturas empregadas.

 

Em 2020, houve um aumento de 20% no número de pontos de festas de Carnaval, em relação ao ano passado. Neste ano, estão previstos 230 mil foliões em municípios como Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Barra do Garças, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, entre outros.

(mais…)

Publicicade

Publicicade