17
08

Secretário de Estado dos EUA oferece apoio a autoridades espanholas

1O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, enviou suas condolências às famílias e vítimas do ataque terrorista em Barcelona e ofereceu assistência dos EUA às autoridades espanholas.

Falando a repórteres no Departamento de Estado pouco depois da confirmação de terrorismo em Barcelona, Tillerson disse que os diplomatas dos EUA em solo espanhol estão atualmente ajudando os americanos, pedindo aos que estão seguros para notificarem amigos e famílias. Ele disse que os EUA nunca se arrependerão de perseguir os suspeitos de serem terroristas e mantê-los responsáveis por suas ações. (mais…)

17
08

MT: Pode fechar, mas no dia seguinte medidas judiciais vão fazer abrir , afirma Maluf

1Por Felipe Leonel

O deputado e primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (AL), Guilherme Maluf (PSDB), afirmou que se os hospitais filantrópicos fecharem as portas, no dia seguinte, medidas judiciais poderão ser tomadas para obrigarem as unidades abrirem.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

17
08

Brasil e Bolívia acertam cooperação entre forças de segurança e armadas

1Por Helena Martins

Agência Brasil

O Gabinete Binacional de Segurança Bolívia-Brasil propôs hoje (17), durante a primeira reunião entre autoridades dos dois países, na cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra, a cooperação entre as forças de segurança e inteligência e entre as forças armadas dos dois países; a implementação da Declaração de Brasília sobre segurança nas fronteiras, acordada entre a Argentina, Bolívia, o Brasil, Chile, Paraguai e o Uruguai, e que trata de objetivos prioritários e diretrizes para o desenvolvimento de ações coordenadas nessa região; e a cooperação na área policial e de defesa, como controle do tráfego aéreo.

(mais…)

17
08

Gilmar Mendes manda soltar empresário Jacob Barata Filho

1Por André Richter

Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu hoje (17) liberdade ao empresário Jacob Barata Filho, preso desde 2 de julho em uma etapa da Operação Ponto Final. A ação é um desdobramento da Operação Lava Jato e investiga um suposto esquema de pagamento de propina a políticos e de fraudes em contratos do governo do Rio de Janeiro com empresas de transporte público. (mais…)

Publicicade

Publicicade

17
08

Acordo com Grupo Votorantim recupera R$ 253 milhões para Mato Grosso

1Por Hipernotícias

O Governo de Mato Grosso, por meio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), a Votorantim Cimentos e o Ministério Público Estadual assinaram na tarde desta quarta-feira (16.08) um Termo de Compromisso e Ajustamento de Conduta (TAC) que prevê o ressarcimento de R$ 253 milhões aos cofres públicos. Esse valor é referente a diferenças sobre incentivos fiscais concedidos à empresa nas plantas de Cuiabá e Nobres, constatada em 2015.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

17
08

Lava Jato do Rio leiloa carros blindados de acusados por corrupção

1A Justiça fará nesta quinta-feira, 17, a partir de 13h, o primeiro leilão de bens apreendidos pela Lava Jato no Rio, braço da operação que investiga o esquema de corrupção do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB). Serão leiloados quatro carros, dois deles blindados, avaliados num total de R$ 507 mil.  (mais…)

17
08

Mobilidade urbana é desafio para cidades e trabalhadores

1Por Fabíola Sinimbú

Agência Brasil

A necessidade de se deslocar diariamente para cumprir tarefas corriqueiras é muitas vezes um desafio para quem vive nas cidades. Desafio que se impõe também aos gestores que precisam planejar um sistema integrado, sustentável e capaz de atender à demanda da mobilidade dos habitantes. (mais…)

17
08

Ramos vai a Brasília se explicar ao CNJ

Depois da repercussão nacional gerada pelos pagamentos feitos a 84 magistrados de valores relativos a substituições de entrância entre 2005 a 2009, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Rui Ramos está em Brasília para tratar do assunto com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Isso porque a quitação do passivo se deu sob suposta autorização do CNJ, fato negado pelo órgão.

 

Apuração
O episódio será apurado pelo CNJ, após determinação do corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha. Ramos, se adiantando, afirmou que não houve má-fé na interpretação da decisão do CNJ relativa a estes pagamentos em relação a um único caso, mas que acabou estendido aos demais magistrados.

 

Desenrolar
Agora, é pouco provável que, mesmo que o CNJ afirme que estes pagamentos foram ilegais, os recursos voltem aos cofres públicos. Também não parece crível que a decisão do CNJ em relação ao caso da juíza que recebeu pouco mais de R$ 29 mil seja tão confusa a ponto de gerar o entendimento alegado pelo Judiciário para liberar as indenizações aos 84 magistrados.

 

Crise
O caso é emblemático ao mostrar como os órgãos e poderes pouco se importam com a crise enfrentada pelo Executivo, que sofre para conseguir honrar seus compromissos. Enquanto o governo absorve todo o desgaste com a situação, como no caso dos repasses para a Saúde, os demais poderes vivem em eterna guerra pelo aumento do duodécimo.

 

Teto
Prova disso é o impasse a respeito da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece um teto dos gastos públicos em Mato Grosso. Os poderes estão chiando com o percentual de correção a ser aplicado nos repasses constitucionais. Só para se ter uma ideia, o Judiciário, que acaba de pagar uma pequena fortuna aos 84 magistrados, deve receber em torno de R$ 1,5 bilhão para o ano que vem.

 

Sem voto
A insatisfação com o índice foi externada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), que afirma que os poderes deixarão de receber, se aplicado o teto, R$ 100 milhões.

 

Filantrópicos
Uma reunião entre Botelho, o governador Pedro Taques (PSDB) e os representantes dos hospitais filantrópicos deve encerrar a crise que assola as unidades, que ameaçam fechar as portas no final desta semana por falta de recursos.

 

Holofotes
Prefeito em exercício de Cuiabá, Niuan Ribeiro (PTB) tentou “roubar a cena” e resolver a questão dos filantrópicos. Ele foi a Brasília – viagem alardeada para a imprensa – se reunir com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. A ideia era arrancar o compromisso de novos repasses e posar como “salvador da pátria”.

 

Nada feito
Mas o plano do petebista deu errado. Barros se limitou a dizer que enviaria um emissário para acompanhar a reunião entre Taques, Botelho e os dirigentes das unidades, frustrando Niuan e aqueles que o incentivaram à empreitada.

 

Fora
Secretário de Governo na gestão do ex-prefeito Mauro Mendes (PSB), João Batista de Oliveira, foi exonerado da Secretaria de Estado de Educação (Seduc/MT), onde ocupava o cargo de assessor especial. Ninguém soube explicar ao certo os reais motivos da saída de Oliveira, um dos “mauristas” da gestão Pedro Taques (PSDB).