18
09

Ciro diz que Haddad vai manter PEC do Teto e reitera que vai revogá-la

Por Estadão Conteúdo

 

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, reiterou nesta terça-feira, 18, a promessa de revogar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 95, também conhecida como PEC do Teto de Gastos, e aproveitou para criticar seu adversário, Fernando Haddad (PT).

 

“Fiquei muito constrangido ontem com o Haddad, que anunciou que vai manter a PEC 95 e excluir só o investimento. Só que, no código de contabilidade brasileiro, o financiamento em Pesquisa e Desenvolvimento não é investimento, é custeio”, exemplificou o candidato do PDT. “Aí vem dizer que a prioridade é C&T (ciência e tecnologia), que o PT é o rei do abacaterol, não é não, é mentira.”

 

(mais…)

18
09

Alckmin tenta impedir debandada do Centrão

Por Estadão Conteúdo

 

A campanha do ex-governador Geraldo Alckmin, presidenciável do PSDB, tenta evitar uma debandada de aliados e quer reforçar a visibilidade do tucano em São Paulo nas três semanas que restam antes do primeiro turno. Ainda sem contar com o engajamento dos partidos do Centrão, Alckmin pretende investir no próprio quintal para evitar o triunfo do voto casado no candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e no nome tucano para o Palácio dos Bandeirantes, João Doria. A ideia é impedir a consolidação do chamado voto “bolsodoria” no maior colégio eleitoral do País.

 

Apesar de ter o maior tempo no horário eleitoral no rádio e na TV, Alckmin continua estagnado nas pesquisas. Oficialmente, integrantes do bloco formado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade pedem mudanças no tom da campanha, mas, nos bastidores, já procuram candidatos que consideram mais viáveis para o segundo turno.

 

(mais…)

18
09

Haddad diz que, caso seja eleito, não dará indulto a Lula

Reprodução/Internet

Por Estadão Conteúdo

 

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta terça-feira, 18, que não vai dar indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, caso seja eleito. “Lula é o primeiro a dizer que não quer favor, quer reconhecimento do erro do Judiciário”. Pressionado, Haddad, pela primeira vez, negou: “Não. Não ao indulto”, disse, em entrevista à Rádio CBN e ao portal G1.

 

Na entrevista, Haddad citou novamente que nas visitas que faz ao líder petista o próprio Lula rechaça a ideia de deixar a prisão por meio de um decreto presidencial, pois confia que as cortes brasileiras de Justiça e os fóruns internacionais irão atestar a sua inocência no processo do tríplex do Guarujá (SP), no qual foi condenado a 12 anos e um mês de prisão.

 

(mais…)

18
09

Candidatos gastam mais de R$ 3 milhões em produção de programas de rádio e TV

debate da gazeta 2018Por Leonardo Heitor

HiperNotícias

 

A imagem que será passada aos eleitores é, com sobras, a maior preocupação dos candidatos ao Governo do Estado, nas eleições deste ano e, consequentemente, o fator responsável pela maior parte dos gastos dos concorrentes na disputa pelo Palácio Paiaguás. Ao todo, foram gastos pelos candidatos mais de R$ 3 milhões apenas em produção de programas de rádio, televisão ou vídeo.

 

No total, foram gastos R$ 3.070.360, entre Arthur Nogueira (REDE), Mauro Mendes (DEM), Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR), somente com esta modalidade de gastos, segundo a prestação de contas dos mesmos, junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT). Os cinco candidatos já gastaram, somados todos os gastos, R$ 6.659.565,26 na campanha deste ano.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade

18
09

Em Cuiabá, Ana Amélia critica Haddad e diz que ele “desafia Justiça”

ana amelia

Divulgação

Por HiperNotícias

 

Candidata a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Geraldo Alkmin (PSDB), a senadora Ana Amélia (PP/RS) esteve em Cuiabá nesta segunda–feira (17), visitou o Shopping dos Camelôs, reuniu com a militância, atendeu a imprensa e gravou programas eleitorais. A progressista pediu votos para Alckmin, Pedro Taques (PSDB) e Nilson Leitão (PSDB).

 

“É 45 duas vezes. Tenho a convicção de que os brasileiros vão entender que agora é a hora da moderação para recuperar a esperança do povo brasileiro. Como aqui em Mato Grosso, com o nosso Pedro Taques, buscando possibilidades de mais emprego aos jovens desempregados, saúde, escolas e segurança de melhor qualidade para que todos saiam com país melhor do que temos hoje”, disse a candidata, destacando o voto para presidente da República e governador do Estado.

 

(mais…)

17
09

Para Alckmin, fala de Bolsonaro é tentativa de justificar ‘derrota antecipada’

Foto: Ciete Silvério

Por Estadão Conteúdo

 

Em queda nas pesquisas de intenção de voto, o candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta segunda-feira, 17, que o receio demonstrado pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL), de que as eleições deste ano poderão ser fraudadas, é uma justificativa para uma derrota antecipada. “Por que ter fraude? Ele quer justificar a derrota antecipada? Eu disputei dez eleições. Ganhei, perdi. Não teve fraude nenhuma. Aliás, o Brasil é um exemplo no mundo de avanço tecnológico, de avanço eleitoral que tem até uma justiça eleitoral”, disse Alckmin.

 

No domingo, 16, Bolsonaro publicou um vídeo ao vivo na internet, direto do Hospital Albert Einstein, onde está internado. Nele, o candidato atacou as pesquisas de opinião que apontam sua derrota no segundo turno e o crescimento do petista Fernando Haddad.

 

(mais…)

17
09

Toffoli ironiza críticas à urna: ‘tem gente que acredita em Saci Pererê’, diz

Carlos Moura/SCO/STF

Por Estadão Conteúdo

 

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, ironizou na manhã desta segunda-feira (17) as críticas feitas à segurança das urnas eletrônicas brasileiras durante café da manhã com repórteres que cobrem o Poder Judiciário. “Tem gente que acredita em Saci Pererê”, comentou Toffoli, em referência ao famoso personagem do folclore nacional. Mais cedo, Toffoli afirmou que as urnas eletrônicas brasileiras “são totalmente confiáveis”.

 

“Os sistemas são abertos para auditagem a todos os partidos políticos”, ressaltou o ministro.

 

Em transmissão ao vivo no último domingo (16), o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, disse que as eleições de outubro podem resultar em uma “fraude” por causa da ausência do voto impresso.

 

(mais…)

17
09

Lula seria ouvido, mas quem assina lei é o presidente da República, diz Haddad

foto: Nelson Almeida/AFP

Por Estadão Conteúdo

 

O candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad (PT), afirmou nesta segunda-feira, 17, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é seu “interlocutor permanente” e que será ouvido em um eventual governo. O presidenciável ponderou, no entanto, que quem assina leis e decretos é o presidente da República, ao ser perguntado se quem mandará em um eventual governo será Lula ou ele, escolhido como candidato após o ex-presidente ser barrado pela Justiça Eleitoral.

 

“Isso é a lei quem manda, o presidente da República é que assina a lei. Jamais dispensaria a experiência do presidente Lula”, disse Haddad, em sabatina promovida por Folha de S.Paulo, UOL e SBT na capital paulista.

 

(mais…)

17
09

Nome militar nas urnas cresce 39% nas eleições

Fernando Frazão/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Além de Cabo Daciolo e General Mourão, outros 533 candidatos optaram por incluir suas patentes ou graduações militares no nome de urna para as eleições deste ano, sejam das Forças Armadas, das Polícias ou de Bombeiros Militares. O número é mais de 12 vezes maior do que o registrado em 1994, quando 43 postulantes apostaram na militarização de nomes para atrair votos. Em relação a 2014, o aumento total é de 39%.

 

A esmagadora maioria é de deputados estaduais, com 313 postulantes Brasil afora. Levantados pelo jornal O Estado de S. Paulo com base em informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os números de 2018 também chamam atenção para outro fator: a influência de Jair Bolsonaro. O atual partido do presidenciável, o PSL, é de longe o que tem mais candidatos com graduações e patentes militares nas urnas: 135, contra apenas 37 do segundo colocado, o Patriota, de Cabo Daciolo.

 

(mais…)

16
09

Haddad evita comentar se concederá indulto a Lula caso seja eleito

Por Estadão Conteúdo

 

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, evitou responder diretamente se, uma vez eleito, concederá indulto que garanta a liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na sede da Polícia Federal em Curitiba.

 

“O presidente Lula pediu, no momento do registro da sua candidatura, que seu processo fosse julgado com imparcialidade, conforme recomendação da Organização das Nações Unidas. Se até a ONU está pedindo um julgamento justo, é porque tem alguma razão” afirmou Haddad, em breve entrevista à imprensa. “Os vícios do processo do Lula chamaram a atenção de chefes de Estado do mundo inteiro.”

 

(mais…)