27
08

Rock in Rio lança projeto em Manaus para plantar 1 milhão de árvores

O Amazônia Live pretende plantar mais de 1 milhão de árvores em 400 hectares de área desmatada da floresta amazônica nas cabeceiras do Rio XinguAntonio Cruz/Agência Brasil

O Amazônia Live pretende plantar mais de 1 milhão de árvores em 400 hectares de área desmatada da floresta amazônica nas cabeceiras do Rio XinguAntonio Cruz/Agência Brasil

Por Bianca Paiva

Agência Brasil

O projeto socioambiental Amazônia Live, do Rock in Rio, foi lançado neste sábado (27) em Manaus. O Amazônia Live pretende plantar mais de 1 milhão de árvores em 400 hectares de área desmatada da floresta amazônica nas cabeceiras do Rio Xingu. As sementes serão adquiridas com indígenas da região, para ajudar a fomentar a economia local, além de promover reflorestamento.

A estimativa do Rock in Rio é gerar aproximadamente R$ 700 mil em renda para as famílias coletoras de sementes e 50 empregos diretos nas atividades de assistência, preparação do solo e plantio.

Compromisso

Quando anunciou o projeto, no dia 4 de abril, o presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, disse que o número de árvores plantadas na Amazônia pode chegar a 3 milhões por meio do projeto. “Eu sinto que as pessoas não sabem como ajudar. E o Rock in Rio vai explicar como ajudar. A gente está assumindo o compromisso hoje de plantar 1 milhão de árvores, mas o Banco Mundial já anunciou outro milhão, nós temos alguns clientes e vamos chegar fácil aos 3 milhões de árvores plantadas em um investimento todo feito pela iniciativa privada”, disse Medina.

Além da importância socioambiental para a Amazônia, o diretor de eventos da Manauscult destaca os benefícios para a capital amazonense. “Acho que a importância desse projeto para Manaus é o desenvolvimento turístico, é o aquecimento da cadeia econômica da cidade, a gente está movimentando diversos setores. De alguma forma isso projeta a cidade internacionalmente e divulga diversas questões e belezas nossas tantos sociais como culturais. Acaba sendo uma forma de acesso do mundo à cidade de Manaus, ao Amazonas e à região amazônica”, disse Monzaho.

O lançamento teve shows com o tenor Plácido Domingo, que  se apresentou, junto com a Orquestra Filarmônica do Amazonas, em um palco flutuante no Rio Negro para convidados. Na praia da Ponta Negra, houve uma apresentação com a cantora Ivete Sangalo. O diretor de eventos da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Diyego Monzaho, diz que as apresentações foram idealizados em duas etapas.

“A primeira etapa é no meio do Rio Negro e lá a gente tem um show de TV, para a imprensa, onde estarão alguns convidados, imprensa internacional, e o show do Plácido Domingo com convidados, como Ivete Sangalo e o tenor Saulo Laucas, entre outros. Paralelo a isso, a gente tem um evento na Ponta Negra que faz a transmissão desse show da balsa e a apresentação de bandas locais e o show da Ivete”. As apresentações foram transmitidas pela internet.

O Rock in Rio foi criado em 1985 e é considerado o maior evento de música e entretenimento do mundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

27
08

Não é qualquer violação à lei que pode virar crime de responsabilidade

1O professor de Direito Ricardo Lodi afirmou que não é qualquer violação à lei de orçamento que pode virar crime de responsabilidade. Ele está sendo ouvido apenas como informante no julgamento do impeachment, por ter atuado como perito e advogado de Dilma Rousseff. Lodi afirmou que a “analogia entre atrasos e operações de crédito foi uma construção criada depois dos fatos serem supostamente praticados”. O depoente encerra a fase de testemunhas; dos 12 senadores inscritos, seis já falaram. (mais…)

27
08

Após intervalo, começa último depoimento do processo de impeachment

Brasília - Terceiro dia da sessão de julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, no Senado (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – Terceiro dia da sessão de julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, no Senado (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por Iolando Lourenço

Agência Brasil

Começou a pouco a última etapa da sessão de depoimentos de testemunhas da defesa e da acusação do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. O início dos trabalhos foi marcado por um questionamento da acusação que queria impedir que o prefessor Ricardo Lodi da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) foi ouvido como informante ou testemunha, uma vez que ele atuou como perito auxiliar da defesa.

 

(mais…)

27
08

Kátia Abreu diz que acredita que Dilma terá entre 28 a 32 votos

1A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) afirmou há pouco que acredita que a presidente Dilma Rousseff pode reverter seu afastamento e se livrar da cassação. Nas contas da senadora, que trabalha para tentar convencer colegas a favor da petista, há uma margem de 28 a 32 votos que Dilma pode obter a seu favor. “Se conseguirmos 28 chegaremos a 32”, disse.

(mais…)

Publicicade

Publicicade

27
08

Barroso critica ‘reações’ às investigações

1O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, voltou a criticar ontem “reações” à Lava Jato, que “incluem ataques ao Ministério Público, tentativas de reverter a jurisprudência do STF sobre a execução de condenações após o segundo grau, articulações para preservar mandatos maculados e mudanças legislativas que façam tudo ficar tão parecido quanto possível com o que sempre foi”.

(mais…)

27
08

MT: Emanuel pede que Taques ‘não chute a canela’

1

Por Patrícia Helena Dorileo

Emanuel Pinheiro (PMDB), 51 anos, é advogado e professor universitário, e concorre a 9ª eleição, a 2ª vez a prefeito de Cuiabá.

Iniciou a carreira política aos 23 anos, sendo vereador mais jovem eleito da Capital em 1988.

Agora diz entrar no pleito com a proposta de ser um prefeito ‘do povo’.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

26
08

MT: Wilson afirma estar pronto para pagar sua dívida com Cuiabá

1

Por Fernanda Leite

Sexta opção do grupo do governador Pedro Taques (PSDB) para disputar a sucessão do prefeito Mauro Mendes (PSB), que desistiu de concorrer o pleito deste ano, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) em entrevista ao Gazeta Digital, disse que aceitou o desafio porque viu o partido à deriva.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

26
08

Temer nomeia três diretores do Dnit

1Por Pedro Peduzzi Agência Brasil

Publicadas no Diário Oficial da União de hoje (25) três nomeações para diretorias do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A diretoria executiva será ocupada por um servidor de carreira da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT): o engenheiro civil Halpher Luiggi Mônico Rosa.

(mais…)