18
12

‘Se andar bem sou aliada, se andar mal sou inimiga’, diz Janaina sobre Bolsonaro

Resultado de imagem para 'Se andar bem sou aliada, se andar mal sou inimiga', diz Janaina sobre Bolsonaro

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Por Estadão Conteúdo

 

A deputada estadual eleita pelo PSL em São Paulo Janaína Paschoal condicionou seu apoio ao governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), a um não envolvimento com corrupção e afirmou que sua postura individual será de independência.

 

“Se andar bem, sou aliada, se andar mal, sou inimiga”, disse Janaína nesta terça-feira, 18, na capital paulista, ao chegar para cerimônia de diplomação de políticos paulistas eleitos em outubro. Ela destacou que terá a mesma posição em relação ao futuro governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

 

(mais…)

18
12

‘Índio não tem um palmo de terra. Pertence à União’, diz indigenista

Resultado de imagem para 'Índio não tem um palmo de terra. Pertence à União', diz indigenista

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Maior indigenista da atualidade, Sydney Possuelo, 78 anos, afirma que o índio vive o seu pior momento no País. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, ele critica o risco de o futuro governo mudar o foco das políticas determinadas pela Funai – o órgão deixará a estrutura do Ministério da Justiça para se integrar à pasta da Mulher. A futura titular do ministério, Damares Alves, já falou, por exemplo, em rever a política para os chamados povos isolados. O sertanista avalia que só cabe ao índio fazer o primeiro contato.

 

Possuelo foi demitido da Funai em 2006 durante o governo Lula, após criticar a visão de que índio tinha terra demais – um discurso que agora volta à tona. “Índio não tem um palmo de terra. A terra indígena pertence à União para usufruto do índio.” A seguir, os principais trechos da entrevista:

 

(mais…)

18
12

Com discurso de união, Temer se despede do Mercosul

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Ana Cristina Campos

Agência Brasil 

 

O presidente Michel Temer disse hoje (18), ao participar da sessão plenária da 53ª Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, em Montevidéu, no Uruguai, que a ideia de fraternidade permeia a integração do bloco sul-americano.

 

“No caso particular do Mercosul, de pessoas que enaltecem a democracia, enaltecem os direitos individuais, os direitos humanos, o diálogo como sintoma de composição de interesses. E esta é a fraternidade que nós pudemos construir, penso eu, aqui no Mercosul”, afirmou.

 

(mais…)

18
12

Ministério da Agricultura acumulará atribuições de outras três áreas

A futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina fala aos jornalistas depois de reunião com a equipe de transição no CCBB.

Arquivo/Agência Brasil

Por Carolina Gonçalves

Agência Brasil

 

A pouco menos de duas semanas da posse do novo governo, em 1º de janeiro de 2019, a equipe da futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina, anunciou mudanças na estrutura da pasta, com a criação de três novas secretarias que passam a absorver unidades que estavam abrigadas em outras áreas do governo federal.

 

Em nota divulgada pela equipe de transição da ministra, as três secretarias virão dos ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Social, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, da Casa Civil, e da Secretaria de Mobilidade Social e Cooperativismo.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade

18
12

Irmãos Batista depõem no STF em processo sobre rescisão de delação

Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF) com estátua A Justiça, de Alfredo Ceschiatti, em primeiro plano.

José Cruz/Agência Brasil

Por Felipe Pontes

Agência Brasil

 

Os irmãos Joesley e Wesley Batista prestam depoimento hoje (18) no Supremo Tribunal Federal (STF) no processo em que a Procuradoria-Geral da República (PGR) quer a anulação do acordo de delação premiada de ambos.

 

Os ex-executivos da J&F Ricardo Saud e Francisco de Assis também prestam esclarecimentos. As oitivas, que começaram às 9h10, estão sendo conduzidas por três magistrados auxiliares que atuam no gabinete do relator do caso, ministro Edson Fachin.

 

(mais…)

18
12

Planalto estima entre 250 mil e 500 mil pessoas na posse de Bolsonaro

Cerimônia de diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Valter Campanato/Agência Brasil

Por Ana Cristina Campos

Agência Brasil

 

O Palácio do Planalto estima que a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, terá entre 250 mil e 500 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. O acesso de pedestres será feito exclusivamente pela rodoviária, na região central de Brasília.

 

Ao longo da Esplanada, haverá quatro pontos de revista pessoal. A Esplanada contará com postos médicos, pontos de água, banheiros e telões. Vendedores ambulantes serão proibidos.

 

(mais…)

18
12

Temer oferece ajuda federal para vítimas de incêndio em Manaus

Incêndio de grandes proporções atinge 600 casas em Manaus

Alex Pazuello/Semcom/Prefeitura de Manaus

Por Agência Brasil

 

O presidente Michel Temer colocou hoje (18) os órgãos do governo federal à disposição das autoridades estaduais do Amazonas apoio para apoiar no combate a um incêndio que atingiu uma comunidade carente, na zona sul de Manaus. As chamas atingiram cerca de 600 casas, desde a noite de ontem (17).

 

Temer se manifestou em sua conta pessoal no Twitter. “Minha solidariedade às famílias vítimas do incêndio em Manaus. Falei com o prefeito [de Manaus] Arthur Virgílio [PSDB] e coloquei o governo federal à disposição.”

 

(mais…)

17
12

Moro anuncia subprocuradora do MPF para Secretaria Nacional de Justiça

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, fala à imprensa no CCBB, em Brasília.

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Pedro Rafael Vilela

Agência Brasil

 

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, anunciou hoje (17) a indicação da subprocuradora-geral da República Maria Hilda Marsiaj Pinto para a Secretaria Nacional de Justiça (Senajus), um dos órgãos mais importantes da pasta. Assim como Moro, que teve que abrir mão da carreira de juiz federal, Maria Hilda terá que ser exonerada do cargo de subprocuradora-geral do Ministério Público Federal (MPF) para poder assumir a Senajus.

 

“É uma pessoa absolutamente preparada e vem a somar”, afirmou Moro, que também destacou que a indicada tem “independência, integridade e eficiência” para a função. No âmbito na Senajus, estão órgãos como Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica (DRCI), a área que trata de imigrações, e o Departamento de Políticas do Judiciário, que orienta o presidente da República nas nomeações de magistrados para os tribunais federais e superiores.

 

(mais…)

17
12

Bolsonaro faz primeira reunião ministerial com equipe completa dia 19

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, participa na cidade de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em São Paulo, da formatura de sargentos da Aeronáutica na Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR)

Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Por Karine Melo

Agência Brasil

 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, fará nesta quarta-feira (19) a primeira reunião ministerial com sua equipe completa. Os 22 ministros já indicados deverão estar presentes, na residência oficial da Granja do Torto, utilizada por Bolsonaro quando está em Brasília.

 

A pauta da reunião não foi divulgada pela assessoria da equipe de transição. A princípio será o único compromisso do presidente eleito na capital federal nesta semana. A expectativa é ele chegue a Brasília na quarta-feira e volte no fim do dia para o Rio de Janeiro.

 

(mais…)

17
12

Resolução do CNJ prevê auxílio-moradia de até R$ 4,3 mil para magistrados

Por Estadão Conteúdo

 

Uma nova resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), obtida pelo Estadão/Broadcast, prevê que o valor máximo do auxílio-moradia não poderá exceder os atuais R$ 4.377,73 – o valor máximo será revisado anualmente pelo próprio CNJ, que se reúne nesta terça-feira, 18, para estipular regras mais rígidas para a concessão do benefício a magistrados de todo o País. A expectativa é a de que a resolução seja aprovada – o texto que regulamenta o tema foi costurado pelo presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, que consultou auxiliares para estabelecer os critérios.

 

Conforme antecipou o Broadcast, o valor só será pago a magistrados que mudem de cidade, sem residência própria no novo local de atuação, devendo ser destinado “exclusivamente” para ressarcimento de despesas, mediante comprovante. A localidade também não pode dispor de imóvel oficial disponível para o magistrado. Um dos artigos ainda prevê o benefício como de “natureza temporária”, “caracterizada pelo desempenho de ação específica”.

 

(mais…)